Perseguição aos terreiros chega à Região dos Lagos

Cabo Frio/Foto: Maria Dulce/Divulgação Prefeitura de Cabo Frio.

Líderes religiosos denunciaram ontem (29), na CPI da Intolerância, que as perseguições aos terreiros chegaram à Região dos Lagos, onde fanáticos religiosos perseguem os seguidores das religiões afro-brasileiras, através de ações constrangedoras com o uso de caixas de som em alto volume.

Para o relator da CPI, as denúncias são graves, já que a situação em Campos também é delicada. Átila Nunes acha que os fanáticos estão se inspirando nas ações violentas dos traficantes nas comunidades cariocas. Estavam presentes a Egbome Margareth Ferreira, Marcelo Monteiro, presidente do Cetrab e o ogan Jaçanã do Centro Caridade Eterna