Encontro entre líderes religiosos marca Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

Líderes religiosos em reunião com deputado Átila Nunes, o secretário Átila A. Nunes e o prefeito da capital carioca, Eduardo Paes.

Por Alessandro Valentim 

Ontem (21), no Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, representantes de diversas crenças estiveram num encontro com o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e o prefeito da capital, Eduardo Paes. Na reunião, que também contou com a presença do deputado Átila Nunes, do novo secretário de cidadania do município carioca, Átila A. Nunes e da delegada da DECRADI (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), Márcia Noeli, foram debatidos projetos que incentivem o respeito à liberdade da fé e que defendam as vítimas de preconceito.

Líderes religiosos, o deputado Átila Nunes, o secretário Átila A. Nunes e o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro.

 Governador e prefeito demonstraram interesse pela pauta e ouviram os líderes, que se comprometeram a levar a palavra de união aos fiéis dos seus templos. Para o deputado Átila Nunes, o debate é importante para assegurar o direito de escolha do cidadão e para reafirmar o papel dos governantes de levar a tradição e a cultura como solução para o preconceito e ignorância.

 Pesquisas recentes mostram que o Rio de Janeiro está disparado no ranking de casos de intolerância religiosa no Brasil e que as religiões afro-brasileiras são, de longe, as que mais sofrem perseguições.