Influenciador mistura humor com Orixás

Victor Oliver/Foto enviada pelo convidado.

Por Alessandro Valentim

Victor Oliver encontrou no humor uma maneira de se comunicar com seus irmãos de fé e de compartilhar o carinho que sente pela sua religião. Por ser algo sagrado, o jovem sofre críticas, mas reconhece que sua abordagem trata o assunto com muito respeito.

Além expressar sua crença de uma maneira descontraída, Victor também combate a intolerância religiosa com reflexões sobre a liberdade da fé. E é assim, entre diversão e seriedade que mais de 37 mil seguidores acompanham seu dia a dia.

Victor Oliver/Foto enviada pelo convidado.

Como conheceu a Umbanda?
Depois de ter vivido anos em uma crença que ataca minha religião atual, comecei a despertar interesse pelo desconhecido. Saí da minha antiga doutrina e decidi conhecer a Umbanda, onde estou até hoje.

Qual é a sua visão, como jovem, sobre a importância de lutar pela liberdade religiosa?
Para estar aqui hoje, meus antepassados e muitas pessoas lutaram pela nossa fé. É como se eu tivesse a responsabilidade de continuar essa luta com todos.

Já foi criticado por fazer humor com a religião? Como lida?

Há pessoas que não aceitam que podemos respeitar nosso sagrado, mas também rir das coisas que acontecem dentro dele. Eu não vou parar de fazer humor porque acredito que faço o bem sem ofender ninguém.

Victor Oliver/Foto enviada pelo convidado.

Acredita que seu trabalho ajuda a dar voz ao povo do santo? Como?
Meu trabalho alcança um número alto de pessoas de todas crenças e várias pessoas estão aprendendo mais com os meus posts. Isso faz com que as pessoas conheçam e quebrem vários mitos negativos sobre a nossa fé.