Debyday Gipsy: a fé que vai unir o mundo

Debyday Gipsy/Foto enviada pela convidada.

Por Alessandro Valentim

“Débora Sousa é uma pessoa comum que tem a missão de orientar as pessoas espiritualmente na vida delas.” Assim se descreve a oraculista que tem ajudado milhares de seguidores a encontrar o equilíbrio entre a vida carnal e as questões do espírito.

Debyday Gipsy conheceu o baralho aos 18 anos, quando sua tia a presenteou com as cartas da tribo cósmica da cigana Qtja Bastos. Paixão à primeira vista, Deby aprendeu sozinha a ouvir a voz da sua intuição e a decifrar os mistérios apresentados pelo oráculo. Quando se deu conta, já havia passado dez anos que prestava caridade com sua visão. O trabalho foi interrompido após seguir a doutrina da casa espiritual onde frequentava, mas a função retornou nove anos depois, após Deby sonhar excessivamente com sua missão e compreender a espiritualidade com um novo olhar.

Debyday Gipsy e seu baralho/Foto enviada pela convidada.

“Uma das principais missões de quem tem o dom da vidência é mostrar para as pessoas encarnadas que o que elas chamam de sobrenatural, não é nada sobrenatural. Existe o mundo espiritual, isso aqui é só matéria”.  A partir desta perspectiva pessoal, a oraculista acredita numa Nova Era e numa nova forma de abordar a espiritualidade. Para Deby, o mundo irá, aos poucos, se unir no propósito da caridade, bem estar físico e mental, eliminar o preconceito da sociedade e até mesmo fundir as religiões, aproveitando o que há de melhor em cada uma delas para que as pessoas vivam a espiritualidade e mantenham contato com os espíritos já desencarnados sem o medo, o desconhecimento e a ilusão de que a mediunidade é algo sobrenatural.

Engana-se quem pensa que Deby já enxerga todas essas mudanças inseridas no mundo. A espiritualista entende que as frequências energéticas da Terra estão se aprimorando primeiro e que discursos e lutas por bandeiras estão aos poucos abrindo caminho para mudanças. Em sua visão, a geração dos anos 2000 nasceu com a missão de trazer os valores da Nova Era e contribuir para a formação de um futuro em que a união não seja utopia.

Debyday Gipsy/Foto enviada pela convidada.

Aos que desejam compreender seu lugar no mundo e se conectar com as esferas superiores, Deby recomenda seguir a intuição. “A intuição é um canal, é uma comunicação que a gente tem com o nosso eu superior e também com os nossos mentores. É um wi-fi da nossa mente que detecta as situações. Ela traz a informação dos caminhos que a gente deve seguir e daquilo que a gente deve recusar. O ser humano por si só, ele é muito intuitivo, porque ele é médium, todos nós somos médiuns”.