Santuário de Zé Pilintra é vandalizado na Lapa

Foto: Fabiano Rocha

Por Alessandro Valentim

A construção de um santuário de Zé Pilintra na Lapa vem sofrendo ataques e pichações de intolerância religiosa desde o início do processo numa tentativa de ser barrada pelos contrários à liberdade da fé. 

 Os criminosos picharam os muros com frases ameaçando a demolição em caso da obra ser finalizada e com ilustrações para imposição de supremacia religiosa. É com preocupação que o grupo responsável pelo santuário recebeu os ataques. Em entrevista ao Jornal Extra, o cineasta Sérgio Rossini explicou que a estátua ficou pronta e antes mesmo de ser posta escreveram no muro ‘’se colocar, vai cair’’. 

 A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI) assumiu a investigação do caso e irá apurar a origem e os responsáveis pelo atentado. A especializada recebe denúncias pelo telefone (21) 2333-3509.

 Sem ceder à opressão, o grupo de fiéis segue com a ideia de construir um espaço de eventos culturais para a preservação histórica da entidade e sua relação com a Lapa. O rei da boemia não vai esperar a obra para ser homenageado. No próximo dia 8, um documentário, dirigido por Sérgio Rossini, sobre sua passagem pelo plano físico será transmitido no canal Cine Brasil TV.