Kandombelés: exposição sobre a cultura afro-brasileira, com entrada gratuita no Rio de Janeiro

Kandombelés no Rio de Janeiro

Até o último dia desse mês, cerca de 30 peças como instrumentos e vestuários relacionados à cultura das religiões de matriz africana, integram a Exposição Kandombelés, no MUHCAB, o Museu da História e Cultura Afro-brasileira, no centro do Rio de Janeiro.

A mostra que preserva e divide conhecimento acerca das tradições e heranças do povo negro, tem o objetivo de resgatar essa memória, a partir da linearidade entre duas vertentes: Ketu e Jeje Mahí.

Com acesso gratuito, os visitantes poderão conferir um movimento estético, artístico e cultural negro, desde o passado, até o presente, com foco no cumprimento do importante papel no contexto da cultura afro-brasileira.

Significado 

Da língua Tshiluba, Kandombelés, que deu origem à palavra hoje usada pela religião, o Candomblé, significa lugar da reza, pedido e culto.

Kandombelés pode ser visitada de terça a sábado, entre 10h e 17h, e o MUHCAB fica na Rua Pedro Ernesto, 80, Gamboa. O telefone para maiores informações é o: (21) 2233-7754.

Ficha Técnica 

De curadoria do mestre em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas, Jefferson Nunes (também diretor executivo), a exposição conta com talentos de, como por exemplo: a artista visual, Mariana Maia; o pesquisador das práticas ritualísticas no Brasil e na África, Mejìto Cleber de Gbèsén e o artista de pintura em tela, Ed Falcão.

A direção e produção executiva é de Bruna Montenegro, já a produção é de Wagner de OlÌsá.

Foto: divulgação de Kandombelés, exposição de cultura afro, no Rio de Janeiro