De uma vez por todas: “demônio” é uma palavra inexistente na Umbanda

Eu quero aproveitar esse nosso espaço de fé, que é o site Notícias de Terreiro, para deixar uma coisa bem clara: nós umbandistas não cultuamos demônios, até porque dentro da nossa religião, essa palavra não existe. As pessoas não podem confundir Exu com demônios, é tipo confundir malandro com vagabundo…são duas coisas totalmente diferentes.

A nossa religião cultua Exu, Caboclo, Preto Velho, Orixás e também cultua as crianças, mas os demônios não. Não tem esse nome dentro do nosso segmento, isso está apenas na cabeça das pessoas. Essas mesmas pessoas falam em demônios, mas nem mesmo sabem o que é, do que se trata. As pessoas estão acostumadas a ouvirem alguém falar e reproduzem, acham que sabem o que é.

Eu já vi gente chegar dentro de um terreiro, observa alguém manifestar Exu e acha que se trata de um demônio. Mas entendam: demônio não baixa em terreiro, ele baixa em outro lugar, qualquer outro lugar que permitam, menos no terreiro de Umbanda. Quando acontece alguma coisa estranha dentro de um terreiro de Umbanda, a gente chama de encosto e não de demônio. Simplesmente a gente reza para ir embora, ou seja, nem nesses casos essa palavra existe para nós.

Acredito que as pessoas associam o demônio a Exu porque não conhecem, por falta de conhecimento e de informação mesmo. Quem não conhece vai fazer essa comparação. Mas eu costumo dizer aquela expressão famosa: “Quem não sabe rezar, xinga a Deus”. Isso é a maior verdade, para quem conhece a religião.

Presta atenção! A Umbanda é religião que veste branco, uma religião que traz a paz, como o seu símbolo que é a pombinha da paz… mesmo nesse cenário, tem gente que chega lá no terreiro e quebra tudo, porque não concorda com a religião, porque ouviu dizer que nós cultuamos o demônio. Então, essa pessoa associa o nosso templo de fé ao demônio e quebra as nossas casas, as nossas tendas e terreiros.

Se isso fosse verdade e, de fato, nós cultuássemos o demônio, acha mesmo que quem fizesse isso com os nossos espaços, quem depredasse nossas casas, sairia de lá vivo? Com toda certeza não, porque o demônio não ia deixar sair. O demônio no mínimo iria se vingar, o demônio não gosta de paz, o demônio não combina com templos de fé…

Mais uma vez, dessa forma bem simples, provamos que não cultuamos o demônio nem nada ligado a ele. Vai vendo…