BOA NOTÍCIA E EXEMPLO PARA OUTRAS MÍDIAS

O Twitter acaba de lançar uma campanha pelo fim da intolerância religiosa. O aplicativo vai banir posts de militância e publicações de ódio

O Twitter informou publicamente, a sua nova atualização sobre a política de uso, tomando assim medidas protetivas contra mensagens de intolerância e ódio a grupos religiosos.O serviço automático, vai começar a excluir publicações com este nível de conteúdo, o que significa uma mudança drástica nas práticas de moderação do twitter.

O Twitter teve mais de 7 mil “feedbacks” espalhados por um número superior ha 30 países, e grande parte sugestionou uma definição mais precisa dos menores grupos, haja vista que a categoria representada era muito maior. O resultante de tudo isso foi, a plataforma começar a fazer testes, de início, somente com comunidades religiosas.

Após meses de conversas e comentários do público, de especialistas externos e da sua própria equipe, estão ampliando as regras contra as condutas de ódio para incluir a linguagem que desumaniza outros baseando-se em sua religião.

O twitter mostrou exemplos definidos de conteúdo fora do padrão que podem ser retirados se informados: tweets que hostilizam pessoas em autobenefício ao sua ideologia religiosa.

Por exemplo, referindo-se a elas como “câncer”, “ratos” e “animais nojentos” são agora proibidos pelo Twitter.

Palmas para o Twitter!