“Gamboa de Portos Abertos”: uma oportunidade para os artistas ligados às religiões afro do Rio

Entre os dias 24 e 26 de maio, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, as produções realizadas por artistas vinculados à Umbanda e ao Candomblé vão poder ganhar uma visibilidade maior.

Isso porque um dos empreendimentos de arte que compõe a primeira edição do evento Gamboa de Portos Abertos, a casa Tipografia, garantiu uma parceria permitindo que os artistas afro ocupem o local, vendendo seus trabalhos como desenhos, esculturas, peças, etc.

Todos os artistas vão integrar a mostra Tipo Coletivo, que teve as inscrições para a convocatória encerradas no último dia 17. Além do povo de axé, também se cadastraram outros segmentos e galerias. Para viabilizar a participação em conjunto, ficou estabelecido que 20% do valor das obras vendidas no espaço, será destinado à Tipografia, para fins de manutenção.

Nos três dias de evento, o espaço vai contar com apresentações musicais, além da comercialização de comidas e bebidas. A ideia da experiência é garantir que a galeria seja ocupada em outras oportunidades como, por exemplo, a realização de oficinas.

A montagem das exposições coletivas vai até esta quinta-feira, já a desmontagem nos dias 27 e 28.

Todas informações com o representante da Tipo Coletivo, Thiago Ortiz.

Endereço: Rua Sacadura Cabral, número 219

 

Sobre o Gamboa de Portos Abertos

O festival chega pela primeira vez ao reduto do centro carioca para reunir produtores culturais do bairro Gamboa e adjacências, na Praça da Harmonia. A programação é aberta ao público e conta com muita arte, música, literatura, teatro e gastronomia.

A ideia é fazer os visitantes interagirem com os ateliês, bares e espaços de convivência da região da Zona Portuária.

Além do Tipografia, outras 19 casas participam da programação de inclusão e diversidade: Casa de Mystérios e Novidades, Casa do Propósito, Livraria & Amor, Livraria Sebo nas Canelas, Armazém Cultural das Artes, Bar Delas, Escola José Bonifácio, Casa do Barista, Bar do Jorge, Mississipi Delta Blues Bar, Bar Esquina da Gamboa, Atêlier FM, A Casa da Tia Ciata, Casa Gamboa, Instituto Pretos Novos, Zona Imaginária, Galpão do Propósito, Galeria de Arte Metara e Ação da Cidadania.