A abominável intolerância religiosa se espalha no país, agora em Rondônia

Foto: Divulgação/Henrique Esteves

Por causa da sua fé na religião umbandista, mulher apanhou do cunhado enquanto acendia velas. O crime foi motivado por conta da religião da jovem.

Segundo o deputado estadual Átila Nunes, “casos como o em Juazeiro, na Bahia, ou este abaixo, em Rondônia, devem servir de exemplo para todos nós, aqui no Rio de Janeiro, que enfrentamos uma gigantesca máquina de fanáticos religiosos que se utilizam da máquina administrativa da Prefeitura.Nada é mais terrível de se ver do que a ignorância em ação”.

Quando os militares chegaram no endereço, encontraram o suspeito e a vítima discutindo pelo fato da jovem pertencer a religião Umbanda e estar naquele momento acendendo velas. A vítima disse que por esse motivo teria sido agredida pelo cunhado com um tapa no rosto e xingada. Em meio ao atendimento da ocorrência, a vítima ainda informou que o cunhado em dias anteriores teria passado a mão nas partes íntimas dela.

O homem recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Central de Flagrantes.

Fonte: http://rondoniaovivo.com/policia/noticia/2018/07/06/intolerancia-por-causa-de-religiao-mulher-apanha-do-cunhado-enquanto-acendia-velas-na-madrugada.html