Clara Nunes é homenageada em festival de Casa de Umbanda, na cidade de Duque de Caxias

O evento terá sua segunda edição no dia 19 de agosto

Festival de curimbas leva o nome da cantora Clara Nunes. Foto: Reprodução.

Como todo grande artista que um dia já esteve entre nós, Clara Nunes deixou sua marca na Música Popular Brasileira (MPB) como uma das maiores intérpretes que o país já teve. Seu legado é um verdadeiro tesouro que, ao ser descoberto pelo Babalorixá José Carlos Mello, tornou-se um caso de amor à primeira vista, e que dura até hoje. Fã de carteirinha da artista, o sacerdote líder da IULA  – Irmandade Umbandista Luz de Aruanda Seara do Caboclo Sete Flechas, localizada em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, promove desde o ano passado o Festival de Curimbas Clara Nunes. A próxima edição será no dia 19 de agosto, no Clube Recreativo Caxiense, a partir das 12h.

A admiração de pai José Carlos por Clara vem desde a infância quando, por um acaso, olhando LPs antigos de família, se deparou com a beleza do trabalho da artista. Carioca e adepto da Umbanda desde pequeno, seu contato com a religião se desenvolveu por influência de sua avó materna, Dona Netinha e de sua tia Nazareth que, junto com pai Carlinhos de Xangô, comandavam o Cantinho de Yemanjá e do Caboclo Sultão.

“O sucesso e o potencial vocal de Clara combinados à exaltação da cultura do Brasil  são o que me encanta até os dias de hoje. O respeito e a valorização dessas culturas também tem um valor expressivo pós-Clara Nunes”, afirma o dirigente que há 13 anos está à frente da IULA.

O evento, além de ser uma homenagem à Clara Nunes, tem também como objetivo arrecadar fundos para a IULA, para que a casa possa continuar realizando atendimentos com o máximo de conforto possível. E por falar em festival, este é um assunto que a Seara do Caboclo Sete Flechas domina com propriedade. A casa que, desde 2006 participa de festivais com a “Curimba IULA”, já conquistou 22 troféus. Entre eles, o de campeã do Atabaque de Ouro 2016, com a cantiga Maria Farrapo – Trapo de Lei, de autoria de pai José Carlos, com interpretação de pai Duda Cigano.

“A ideia de um festival de curimbas era um sonho. Após inúmeras participações em diversos eventos do segmento, aliar a homenagem de quem canta tão bem sobre os Orixás (com o festival) seria e é, magnífico. A primeira edição foi sucesso de público”, explica.

Em sua estreia, o Festival de Curimbas animou o público trazendo uma programação repleta de atrações como o grupo Unidos Pela Umbanda e grandes nomes da Umbanda e do Candomblé. Além disso, as curimbas participantes encantaram os espectadores com suas cantigas, e a cantora Ana Quintas colocou todo mundo para dançar interpretando os sucessos de Clara Nunes. Estiveram presentes também expositores de artigos religiosos e esotéricos e de gastronomia.

“As torcidas também trouxeram bastante alegria como as da Casa do Caboclo Ubirajara comandada por Pai Luis e Pai Rafael Santos e da Tenda de Ogum de Friburgo, que veio através dos queridos Matheus e Wayson”, relembra.

Assim como no ano passado, na próxima edição, a apresentação ficará por conta dos ilustres Pai Renato de Obaluayê e Mãe Miriam de Oyá, assim como Mãe Lu Bandeira, que novamente será presidente do Júri. Também estarão presentes novamente nomes de peso como Tião Casemiro e José Carlos de Oxóssi. Já as apresentações de curimbas, desta vez, trarão uma novidade: haverá um bloco especial de cantigas dedicadas ao povo cigano.

“O público pode esperar muita alegria num evento que terá curimbas de Umbanda inéditas, muito samba, além de uma diversidade de atrativos nas feiras gastronômica, afro e exotérica. É um evento que resiste e une povos de casa  de santo e costumes diferentes, porém, num ideal de paz, cantando canções que exaltam o bem comum, as forças da natureza e as crenças do nosso Brasil”, adianta pai José Carlos.

Além de promover o Festival de Curimbas Clara Nunes, a Irmandade Umbandista Luz de Aruanda também está oferecendo aulas de Capoeira direcionada para crianças e jovens. As aulas se iniciam hoje, e serão ministradas pelo professor Cimar, as matrículas ainda  estão abertas. Para mais informações, basta entrar em contato através do número (21) 9 8000-8223.

O Festival de Curimbas Clara Nunes, irá acontecer no dia 19 de agosto, a partir das 12h, no Clube Recreativo Caxiense, na Rua Manuel Vieira, 397, no Centro de Duque de Caxias. Cada mesa dá direito a 4 pessoas e pode ser reservada ou adquirida ligando para o número (21) 97642-2816, no valor de R$ 40,00. Neste contato, também é possível verificar as vagas como expositor de Gastronomia. Já quem pretende inscrever sua cantiga e concorrer nas apresentações de curimbas, deve fazê-las através do e-mail festivalclaranunes@bol.com.br ou  pelo WhatsApp também través do número (21) 97642-2816. Curta também a fanpage do festival e fique por dentro do que vem por aí.

*Estagiário de Redação supervisionado pela jornalista responsável Íris Marini.