Ceará anuncia liberação de recursos para projetos de povos quilombolas

Governador recebeu representantes dos povos quilombolas e anuncia liberação de recursos Foto: Ariel Gomes /Divulgação

O governador do estado do Ceará, Camilo Santana, recebeu, na última segunda-feira (12), no Palácio da Abolição, representantes dos povos quilombolas para deliberar sobre incentivos e programas direcionados a essa população, que já contabiliza 85 comunidades no local. O chefe do Executivo autorizou a liberação de R$ 1 milhão para o Projeto Zumbi dos Palmares, ação que beneficia famílias quilombolas com projetos produtivos, além de R$ 230 mil para feiras que têm foco no resgate identitário dos remanescentes dos quilombos.

Uma reunião entre os representantes e a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) foi agendada com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para amanhã, com a finalidade de resolver os impasses relacionados à regularização fundiária das terras quilombolas. Camilo Santana aproveitou o momento para reforçar o compromisso do Governo com temas ligados a povos das comunidades tradicionais, entre eles os quilombolas, indígenas, ciganos e povos de terreiro.

“Hoje, vamos colocar quais são os principais entraves e entender as prioridades de vocês. Fiz questão de reunir as secretarias para que possamos fazer os encaminhamentos e fortalecer nosso compromisso”, disse o governador.

Para Renato Baiano, coordenador do movimento quilombola do Ceará, este foi um momento de comprovar o respeito que a atual gestão tem com os movimentos sociais. “Tivemos toda a nossa pauta de reivindicações atendida. Isso demonstra a sensibilidade do governador Camilo Santana com povos que foram historicamente estereotipados e humilhados. Então, temos a certeza de que esse olhar do Governo do Ceará só vem a acrescentar ao nosso movimento”.

Outros pontos definidos na reunião foram a análise da capacidade técnica em comunidades quilombolas; levantamento da pasta da Saúde sobre tratamento específico para população negra; verificação de vagas reservadas para quilombolas nas universidades; estudo de viabilidade técnica de cinco municípios para a construção de cinco Cras; balanço de saneamento básico; e levantamento de torneios e cotas do Bolsa-Esporte para jovens quilombolas.

A audiência foi acompanhada pelo secretário-chefe do gabinete do governador, Élcio Batista, o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, o secretário de Cultura, Fabiano dos Santos, secretário da STDS, Josbertini Clementino, o secretário do Esportes, Euler Barbosa, representantes das secretarias de Educação e Saúde, além da coordenadora de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial, Zelma Madeira.